fbpx

A presença de um filme na vida de uma pessoa pode ter diversas razões: lembrar um ente querido que se foi, a presença de elementos da infância ou questionar o status quo e levar a mente do espectador a questionamentos sobre como as coisas são. É assim que o cinema faz refletir e consegue mudar a vida de muita gente.

Um dos grandes aspectos que leva o cinema à vida de milhões de pessoas é justamente a sua acessibilidade, a maneira com a qual é construída uma série de procedimentos culminando em uma obra de arte pronta. Em outras palavras, é essa a grande magia do cinema!

Alguns filmes, no decorrer dos mais de cento e vinte anos de vida desta forma de arte, marcaram suas épocas e, sobretudo, o espectador por conversar diretamente com ele, ao mesmo tempo em que modificou o status quo, movendo multidões a estudá-los e tentar compreender a visão de seus respectivos cineastas.

A grande influência do status quo

Não estamos falando, aqui, dos grandes responsáveis pela instauração técnica, pelos momentos marcantes cujas interpretações entraram para a história ou que transformaram o modo de enxergar os filmes a partir de então. Nesta lista, estão 7 filmes que colocaram à prova o status quo e modificaram o pensamento de suas respectivas gerações.

 

  1. Tempos Modernos (1936)

Filme: Tempos Modernos

Filme: Tempos Modernos

Em 1936, Chaplin criava uma das maiores sátiras da história do cinema, introduzindo o espectador à vida dos operários puramente fordistas, acostumados a produzir sem qualquer vestígio de direitos trabalhistas. Este Tempos Modernos é o verdadeiro representante de filmes de reflexão, cujo histórico mudou a postura não só do cinema diante de sua técnica, como também do modo como as gerações seguintes enxergaram um meio de vida que deveria estar extinto.

 

  1. Bambi (1942)

Filme: Bambi

Filme: Bambi

Este é um raro exemplo de animação que ultrapassa a importância de sua própria criação, pois Bambi idealizou o animal falante da Disney e, muito por conta disso, transformou o pensamento antropomórfico, conquistando, inclusive, o lugar de responsável pela conscientização à caça de animais silvestres. O jeito de pensar a respeito do trato com os animais mudou completamente desde que este clássico foi lançado, no longínquo ano de 1942.

 

  1. Tubarão (1975)

Filme: Tubarão

Filme: Tubarão

Quando Steven Spielberg teve problemas orçamentários e não conseguiu mostrar sua criatura marinha o quanto ele gostaria, ele não fazia a menor ideia de que mudaria a história do cinema a partir de então. Pois Tubarão atraiu multidões às salas das telonas, transformando o modo como assistir filme poderia se tornar um chamariz do povo, inaugurando o termo “blockbuster”, ou arrasa-quarteirão, e criando o medo de ir à praia.

 

  1. Jurassic Park (1993)

Filme: Jurassic Park

Filme: Jurassic Park

Pois Steven Spielberg tem seu lugar ao sol como um dos grandes cineastas vivos justamente por fazer mais de uma vez o cinema mudar. No início dos anos 90, era normal um filme ter efeitos especiais, algo que Star Wars mudou e que, aos poucos, foi instaurado em outros filmes. Mas o realismo técnico dos dinossauros levou muitas pessoas a acreditar que era possível torná-los vivos novamente, com relatos de indivíduos que acharam tudo aquilo tão real quanto possível em seu dia a dia. Jurassic Park mudou o comportamento do espectador ao incutir na cultura pop as pré-históricas criaturas.

 

  1. Clube da Luta (1999)

Filme: Clube da Luta

Filme: Clube da Luta

Como um anárquico roteiro poderia mudar tanto o comportamento das pessoas? Pois a obra de David Fincher criou uma geração de algozes ao consumismo, levantando questionamentos a respeito do capitalismo de maneira inédita, indo parar em teses acadêmicas e em artigos a respeito de como o consumidor pode se tornar incessantemente ignorante diante de suas próprias necessidades.

 

  1. V de Vingança (2006)

Filme: V de Vingança

Existe um meio de colocar o fascismo à prova: levando às telas a adaptação de uma história em quadrinho, criando um bom marketing e estimulando o pensamento crítico diante de ideologias, sobretudo políticas de militarismo. E V de Vingança tem o seu lugar garantido como uma das obras populares mais questionadoras dos últimos tempos.

 

  1. Pantera Negra (2018)

Filme: Pantera Negra

Filme: Pantera Negra

Voltamos à Disney e, desta vez, em uma recente incursão ao mundo dos heróis de histórias em quadrinhos, cuja composição neste Pantera Negra modificou a forma como o espectador enxerga o protagonismo em um filme popular, abrindo espaço a novos artistas e chegando a levantar questionamentos, inclusive, em importantes premiações políticas, como é o caso do Oscar.

 

E você, compreendeu sua vida sob um novo ângulo após assistir a um filme? Conte para nós como o status quo foi e pode ser modificado através do cinema!

 

Quer receber nosso conteúdo?
Receba a nossa newsletter

Receba todas as atualizações da SOUL ART!