Literatura

Morno

“Foi um galho que caiu na estrada. Eu estava em cima da árvore podando os galhos. Um deles caiu,  impedindo a passagem. Rua particular, só cabia um carro por vez... Antes que eu conseguisse descer, um automóvel...
article placeholder

Sem inspiração

“Nomear um objecto equivale a suprimir os três quartos de prazer da poesia, que é feito de adivinhar pouco a pouco: sugeri-lo, eis o sonho.” (Stéphane Mallarmé) Em certos dias eu me sinto tão pobre, pobre... qu...
article placeholder

Amigo Só

— O senhor é da família? — Não. Sou só um amigo. — ... Fotografia por Mek O médico disse mais alguma coisa, mas Ricardo nem ouviu toda a falação. Encostou-se na parede do corredor branco daquele hospital. A &...
article placeholder

Indícios

Lá fora, a quadra, o espaço, o resto da alegria que o sol deixava sobre a cidade naquele outono comum: ali dentro, sentado naquele banco de madeira antigo, mais uma vez uma criança esperava alguém que, parecia,...