fbpx

216612_242099452602398_614790629_n

 

Atenção corsários, marinheiros, marujos e piratas da web-esfera! Preparem-se para embarcar na caravela dos Achados&Perdidos de hoje ao som bem humorado e intimista da banda Canções Velhas Para Embrulhar Peixes!

Como uma garrafa perdida no oceano contendo uma mensagem que vai com as ondinhas do mar até encostar num pedaço de terra firme, as Canções Velhas chegaram até mim por conta do feliz encontro meu com o compositor, violoncelista e cantor Peri Pane durante o VII Dia Mundial do Graffiti no Bixiga.

Em  meio aos grafiteiros e admiradores que passavam pela Rua 13 de Maio no domingo passado, vejo uma barraquinha com alguns CDs sendo embrulhados pelo Peri em capinhas de papelão super estilosas de diversas cores confeccionadas artesanalmente, com o logo do Canções Velhas estampado na frente.

foto

Fiquei surpreso ao ouvir as faixas que compõem o álbum gravado no outono de 2012 no estúdio Traquitana por Cris Scabello e Décio7, mixado por Victor Rice e masterizado por Fernando Sanches no estúdio El Rocha.

As músicas do disco trazem letras bem humoradas que formam um mosaico de temas contemporâneos versados e assinados pelo poeta arrudA, em parceiria com Peri Pane. Com uma sonoridade totalmente acústica, os arranjos simples e sofisticados passam pelas mãos de Peri Pane no violão/violoncelo, Marcelo Dworecki no violão de aço/cavaquinho e Otávio Ortega no piano/acordeom.

482824_245953462216997_851111084_n

Sem mais delongas, convido todos a se jogarem de corpo e alma e ancorarem os ouvidos no som do Canções Velhas Para Embrulhar Peixes!

Quer receber nosso conteúdo?
Receba a nossa newsletter

Receba todas as atualizações da SOUL ART!