EnsembleCayowaa_Capa

Nesta última terça-feira, 30 de abril, comemorou-se o Dia Internacional do Jazz, instituído pela UNESCO como patrimônio mundial, símbolo da diversidade e do diálogo intercultural entre nações. Sobretudo, um exemplo de cooperação em que, para se chegar tanto numa harmonia musical como num consenso político, é preciso ouvir atentamente ao outro, seja durante um improviso de jazz, seja num debate político. Como parte do Jazz Appreciation Month, o Dia Internacional do Jazz foi criado com o intuito de promover e estimular os valores sociais e culturais que fazem parte da história do jazz, através de palestras, concertos, debates e workshops com músicos, pesquisadores, ativistas e personalidades ao longo do mês de abril em diversas cidades do mundo.

Em homenagem a esta data marcada pela diversidade cultural e musical, o Achados & Perdidos de hoje tem a honra de apresentar uma jazz band que transita entre o popular e o erudito, o jazz e o clássico para fazer uma música original, rica em texturas e cores que extrapolam o plano da audição, levando-nos a uma passeio musical e imagético pela música instrumental brasileira.

Criado em dezembro de 2011, o Ensemble Cayowaá é um combo de jazz, uma espécie de mini big-band com pelo menos um instrumento de sopro de cada tipo, idealizado por Anderson Quevedo com o intuito de levar o ouvinte a uma viagem sonora pelo universo da música instrumental brasileira, criando a sensação de se estar vendo e ouvindo uma pintura musical com temas que remetem à paisagem natural e tropical brasileira.

Com forte influência de compositores como Moacir Santos, Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti e Tom Jobim, o que caracteriza e distingue em boa parte as composições do Ensemble é a exploração de ritmos populares como baião, maracatu, xote e ritmos afro-cubanos somados aos sofisticados arranjos para metais característicos de big-bands de jazz.

Ouvir e sentir tudo isso é a melhor forma de entender e experimentar os caminhos por onde passa o Ensemble Cayowaá nessa viagem musical e imagética pelo Brasil através dos sopros, ritmos, harmonias e melodias que dão asas a nossa imaginação!

Quer receber nosso conteúdo?
Receba a nossa newsletter

Receba todas as atualizações da SOUL ART!