O 7º Festival Contato agitou a cidade de São Carlos na última semana (9 a 15) e a Soul Art esteve presente em algumas das atividades! Começando em grande estilo, o festival contou com o show da banda Metá Metá como abertura. A apresentação rolou no Teatro Florestan Fernandes (UFSCar) na noite da segunda-feira (9).IMG_9200

Nas primeiras músicas, vimos a galera cantando animada, mas com os corpos ainda tímidos, sentados nas cadeiras e escadas do teatro. Por volta da quarta canção, Juçara Marçal convidou a todos a se levantarem e ocuparem os espaços onde era possível dançar. O show foi espetacular, com o repertório composto em sua maioria por músicas do álbum MetaL MetaL. A banda tocou também músicas do disco homônimo (como Obá Iná) além do cover de Let’s Play That de Jards Macalé.

IMG_9256
O festival contou com atividades para diversos públicos, incluindo o Contatinho (atividades voltadas para o público infantil) e o Contatão (atividades voltadas para a terceira idade). Entre debates, oficinas diversas, laboratórios musicais, saraus, piqueniques, Saia pra Jantar, Saia pra Dançar, o Festival ocupou diversos espaços de São Carlos durante toda a semana.

IMG_9519
No dia 14, o palco do Contato foi montado na Praça Pedro de Toledo e lá estávamos novamente para prestigiar as apresentações de Curumin e Lucas Santtana (dentre outros que rolaram). Curumin subiu ao palco com a praça cheia e fez a galera se empolgar com seu repertório, que apresentou canções de seus três trabalhos, Japan Pop Show (Compacto, Magrela Fever), Achados e Perdidos (Vem Menina) e Arrocha (Selvagem, Passarinho). Show pra cantar, dançar, se apaixonar e noivar: rolou até pedido de casamento com direito a um “sim” tímido, mas emocionado.

994016_616839701699906_1010138434_n

Quem fechou a noite com um show delicioso foi Lucas Santtana, também fazendo uma miscelânea de todo seu trabalho, mas focado especialmente em Sem nostalgia e O Deus que devasta mas também cura (penúltimo e último discos), tocando músicas como: Recado pra Pio Lobato, Who Can Say Which Way, Amor em Jacumã, Músico, Jogos Madrugais, e Se Pá Ska. S.P.

Foram 7 dias de música, cultura e diversão, que tiraram São Carlos da rotina e deixaram não só saudade, como uma expetativa enorme para a próxima edição. A todos os participantes, artistas e público, agradecemos pelos momentos compartilhados.

Quer receber nosso conteúdo?
Receba a nossa newsletter

Receba todas as atualizações da SOUL ART!