fbpx

Música e cinema se misturam na arte da compositora polonesa Ela Orleans. Colagens sonoras dão vida ao que poderiam ser trilhas sonoras de filmes que resgatam algum passado perdido, uma tentativa delicada de reaver os cheiros, gostos, toques e imagens guardados na caixa da memória que todos nós carregamos.

Começou a estudar música com 8 anos de idade. Cursou a faculdade de Artes, onde produziu músicas experimentais para concursos e peças de teatro.

Ela Orleans busca em seus discos contar histórias sobre determinado tema, como no disco de 2009, Lost, que faz o percurso de uma curta história de amor, contada por pequenos episódios, como num filme. Em Mars is Heaven de 2011, Ela se inspira numa história 1948 de Ray Bradbury, com o mesmo título do álbum, onde o escritor critica o estilo de vida americano e sua busca pelo prazer dos sentidos impostos à população.

Filmes para os ouvidos, com ela mesma diz. Impossível não imaginar uma apresentação dessas músicas sem imagens. Total Lo-fi, pessoal, complexa, mas não hermética, para despertar nossa atenção e diversão.

Nível de esquisitice: Alto

Imagem: Um filme experimental.

Quer receber nosso conteúdo?
Receba a nossa newsletter

Receba todas as atualizações da SOUL ART!