fbpx

Hoje em dia pouco se fala sobre Angola. As pessoas lembram que foi uma colônia portuguesa e como na maioria dos países africanos, é um território pobre, explorado pelos “donos das terras” e tomado pela violência da guerra civil entre facções e tribos locais. Com a economia local crescente, através da extração de petróleo e da venda de diamantes, o país tenta respirar mas sofre com a doença da corrupção daqueles que estão dirigindo a nação.

Eu sei (todo mundo sabe) que a Miss Angolana é linda, mas tirando isso, culturalmente falando, o que você sabe sobre a Angola?

Antes mesmo de sua independência, em 1975, já existiam grandes músicos e artistas aquecendo toda a cena local com bailes, apresentações e registros sonoros. Um exemplo é a compilação Angola – Special Sounds From Luanda que faz um apanhado geral de tudo o que rolou de Semba, Merengue e Kazucuta; gêneros que surgiram muito antes do então famoso Kuduro, entre os anos de 1965 e 1978. E diga-se de passagem, é um disco nobre e de uma pureza inigualável. Sem contar a energia e o balanço que somente músicos negros podem proporcionar.

Se você tem curiosidade em entender do que estamos falando, aqui vai uma oportunidade: o pessoal da La Tabaquera, com muito carinho, fez uma mixtape com o melhor da música Angolana. Além do Angola – Special Sounds From Luanda, os álbums Angola 70 e  Soul Of Angola foram utilizados na selecta. Ou seja, raridades.

Agora você pode falar que conhece — um pouco — sobre a Angola. Saia de sua zona de conforto e deixe a música te levar. Aperte o play!

Quer receber nosso conteúdo?
Receba a nossa newsletter

Receba todas as atualizações da SOUL ART!