fbpx

A Inverness vai acabar.

Inverness é uma banda paulistana que faz um som, às vezes dreampop, às vezes experimental, mas sempre rock. Mateus, Flávio, Márcio e Lucas acabaram de lançar o terceiro disco, IVANA, que foi produzido graças ao sucesso da campanha de arrecadação feita em sistema de crowdfunding.

 IVANA, ao contrário dos anteriores Forest Fortress, o vigoroso álbum de estréia  e Somewhere I Can Hear My Heart Beating, pura psicodelia, tem um som mais cru e melancólico, a chuva de samples e efeitos cederam espaço para a guitarra, mostrando uma banda mais madura e pronta para sair em turnê.

Em conversa com a SOUL ART, o vocalista Lucas Almeida nos explicou que aproveitou as férias para mixar as faixas da gravação, que aconteceu em um final de semana na famosa Casa do Mancha, onde a banda tocou diversas vezes. Porém, o maior medo dos integrantes  era de que Ivana (a verdadeira) terminasse o relacionamento com o bondoso namorado, que fez uma gentil contribuição para que o disco levasse o nome da garota, antes que ele fosse lançado.

A banda infelizmente entra em hiato indefinido a partir de janeiro do ano que vem, já que Lucas irá para fora do país, e os demais músicos andam  ocupados com o trabalho. Uma triste realidade que toma a maioria das bandas independentes. No momento, os últimos shows estão sendo marcados para essa miniturnê de despedida, que encerra o ciclo do Inverness até aqui.

Para a SOUL ART, a banda disponibilizou a faixa inédita Heart Coils, lado B do álbum novo.

 

Experimente enquanto dá tempo!

 



Quer receber nosso conteúdo?
Receba a nossa newsletter

Receba todas as atualizações da SOUL ART!