Tupinikim apresenta: Festa Fulô de Mandacaru

Contra o gringalismo nosso de cada dia, surge a Fulô de Mandacaru!

fuloFulô, como bem podem perceber, é quase que uma licença poética pra cantar a palavra Flor. Pra sonorizar aos ouvidos. Mas não é qualquer flor não, é a de Mandacaru. Sabem? Um cacto típico da nossa região nordestina, quente, ardente, que faz escorrer o suor no corpo todinho.

Fulô de Mandacaru nasceu com o desejo grande de fazer seu público se entregar aos ritmos tradicionais, deixar sentir o brasileiro que pulsa aqui dentro. Desafogue-se, tire o ouvido do repeat e flua na batida desse novo encontro, põe teu corpo pra balançar, swingar, exalar calor, que é o que mais nascemos gostando, que é o que mais queremos!

Para isso, em nossa 1° edição, vamos levar o som da banda Mil Pássaros Dançando ao bar Tupinikim. A banda, que propõe a mistura do Maracatu ao Pós-HC (ou Maracacore, como costumam chamar), compõe suas músicas pensando-as como uma forma de intervenção política, abordando contradições sociais do nosso país de forma poética e ao mesmo tempo densa e aguda. As letras, que se misturam aos fortes baques da alfaia sempre presente, soam como aquele grito de revolução guardado dentro de nós, pedindo pra sair e se unir à adrenalina que só sente quem se entrega sem medo ao som. A MPD já passou por cidades como Campinas, Sorocaba, São Caetano, São Carlos, Poços de Caldas e Piracicaba. Em Santo André, tocou pela primeira vez no sarau De Nós Pra Nós, em 2014. Para a sua segunda apresentação na cidade, a banda promete um show repaginado, com músicas autorais e também releituras de músicas populares brasileiras.

11178356_1680488358850989_3640546055246859278_n

E para acompanhar a noite, a Fulô de Mandacaru traz o som de 2 Dj’s conhecidíssimos na cena Andreense.

Dj Chakra Beats, com sua Psicodelia e Transcendência levada ao extremo e transformando a pista em um mundo paralelo.

E Dj Roger Pinheiro, responsável pela Pindorama Discos e um dos criadores da Festa Nagô, com repertório pra aguentar mais de 1 semana tocando o que de mais clássico se pode ter nesse Brasilzão, sem paraaaar!

10322788_455169604619147_4272346058009567287_n11694943_10203221224771910_8280331282334901186_n

Vai perder? Perde não.

Precinho digno de crise, pra espantar os males e emanar as boas energias.

H – R$5

M – VIP até às 22h30, após R$5.

Quando? 1/10, quinta-feira

Onde? Bar Tupinikim, Rua das Monções, 585, Santo André.

Abertura da casa às 20h.

Evento: https://www.facebook.com/events/968044259929760/

Vem rastá chinela com nóis. 😉

Trabalha escrevendo, estuda a escrita persuasiva, mas contraditoriamente, costuma permanecer em silêncio. Constantemente, percebe que fala mais com os dedos do que com a boca. Tem paixão por transformar o ócio desperdício em ócio criativo, e mania de converter momentos comuns em poesias e pseudo-poesias, sendo essa última mais frequente. Acredita em arte, cores e cultura, tanto quanto em oxigênio pra viver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *