article placeholder

Sem inspiração

“Nomear um objecto equivale a suprimir os três quartos de prazer da poesia, que é feito de adivinhar pouco a pouco: sugeri-lo, eis o sonho.” (Stéphane Mallarmé) Em certos dias eu me sinto tão pobre, pobre... qu...
article placeholder

Amigo Só

— O senhor é da família? — Não. Sou só um amigo. — ... Fotografia por Mek O médico disse mais alguma coisa, mas Ricardo nem ouviu toda a falação. Encostou-se na parede do corredor branco daquele hospital. A &...
article placeholder

Indícios

Lá fora, a quadra, o espaço, o resto da alegria que o sol deixava sobre a cidade naquele outono comum: ali dentro, sentado naquele banco de madeira antigo, mais uma vez uma criança esperava alguém que, parecia,...
article placeholder

Na festa

– Eu vou dar uma saída. – Aonde você vai? – Só tomar um ar lá fora. Já volto. Tá abafado aqui. – Eu vou com você. – Não. Fotografia por Mek Houve um constrangimento. Ele ia explicar que queria mesmo era ...
article placeholder

Quando eu peço socorro…

Fotografia por Mek Eu tive tempo naquele dia. Algo insólito de se imaginar: nunca temos tempo, que não há como se ter esse controle, e que a porção de tempo que julgamos ter depende exclusivamente das nossas ...
article placeholder

Réquiem da vida

Fotografia por Mek – É o cabelo branco, tio. Era a Fernanda, minha sobrinha, tentando explicar porque de tanta gente me achar mais velho, querendo acalmar aquela minha indignação  encenada. – Não é ...
article placeholder

Um brinde à Beleza

Fotografia por Mek   “Estou ouvindo Dan Forrest. Jubilate Deo... sem palavras... Como pode haver tanta Beleza no mundo! Tanta coisa por se descobrir, sentir e... dividir!”   Foi um apelo. Um grit...