fbpx

ogi

Que nos perdoem a Sampa de Caetano Veloso, São, São Paulo de Tom Zé, Silêncio no Bixiga de Geraldo Filme, a SP em pânico dos Inocentes, e até os sambas de Adoniran Barbosa. Se alguém quer sentir e compreender o clima da cidade de São Paulo em suas mais distintas nuances, Crônicas da Cidade Cinza, do paulistano Ogi, é o disco. Lançado em 2011, o álbum é o primeiro solo do rapper conhecido por seu trabalho com o grupo Contra Fluxo, e também por sua tipografia registrada em muitos muros da Cidade Cinza.

Embora não tenha chegado agora, Ogi é uma das grandes revelações do rap nacional, um talentoso contador de histórias, de flow inconfundível, e adepto de beats que descem na cabeça como marretadas. Como Tarantino, mistura diferentes personagens e situações dentro de uma mesma trama, prendendo o ouvinte da introdução ao fim do disco. Rima a rotina do motoboy, do pixador, do policial, do trabalhador, dos apreciadores da madrugada. Mais do que simples relatos, transforma, por exemplo, a história de uma briga de rua em uma batalha épica como a de Oh Dae-Su em Oldboy.

Vale o destaque para a capa de Crônicas da Cidade Cinza, assinada pelos Gêmeos. Musicalmente, também conta com boas parcerias: Lurdez da Luz, Don Cesão, Rodrigo Brandão, Espião, Munhoz, HenRick Fuentes, DJ Caique, Stereo Dubs, Nave, entre outros, participam do disco. Assim como Slim Rimografia e os Racionais Mc’s, Ogi sobe ao palco do Clube Aramaçan, em Santo André, no próximo sábado (24), para a Edição de 3 Anos do Projeto Control. SOUL ART estará lá munida de capacetes, porque Ogi é pedrada!

Escute o disco:

01 – Intro (00:00)
02 – Profissão Perigo (01:41)
03 – Por Que Meu Deus (04:30)
04 – Pronto Pra Guerra (06:58)
05 – Zé Medalha (9:43)
06 – Besta Fera – Don Cesão , Dr.Caligari e Mascote (12:05)
07 – A Vaga (15:51)
08 – Corrida De Ratos (18:38)
09 – Premonição (22:12)
10 – Noite Fria (25:28)
11 – Eu Tive Um Sonho (28:46)
12 – Monstro Gigante – Espião e Munhoz (31:02)
13 – Sokizila – SavaVe e Henrick Fuentes (35:54)
14 – Minha Sorte Mudou (40:12)
15 – Os Tempos Mudam – Lurdez Da Luz (43:30)
16 – Tamo Aí No Rolê – Rodrigo B (46:44)
17 – Eu Me Perdi Na Madrugada (49:35)
18 – 180 por Hora (52:06)
19 – Segunda Chance (53:12)

flyer

Para mais informações sobre o show Edição 3 Anos do Projeto Control:

https://www.facebook.com/events/459752820782632/?fref=ts

 

Foto: Charles Willy

Quer receber nosso conteúdo?
Receba a nossa newsletter

Receba todas as atualizações da SOUL ART!