fbpx

Clarice Lispector pode não ter dirigido grandes filmes ou escrito novelas que arrastaram uma “legião estrangeira” de fãs (1964). Porém, todos os seus personagens e suas histórias nos deixaram uma “felicidade clandestina” (1971) na alma.

É a intensidade de viver que talvez tenha inspirado essa incrível mulher, que hoje faria 92 anos. Histórias limpas, com adjetivos por vezes excêntricos ou personagens que comem baratas, porém de difícil interpretação para aqueles que não têm “alma formada” ou que têm medo de experimentar a vida com tudo de diverso e belo que ela oferece.

Em homenagem, não a “menor mulher do mundo” (1950) e sim ao seu “feliz aniversário” ocorre em oito capitais, entre os dias 9 e 10, o evento Hora da Clarice, com palestras, peças e contação de histórias.

Destaque do dia 10 em São Paulo, José Miguel Wisnik, músico e compositor na palestra Laços de família e a legião estrangeira. Já a carreira jornalística da ucraniana, naturalizada brasileira, é apresentada por Aparecida Nunes com o lançamento literário de Clarice na cabeceira – jornalismo. Já os cariocas não podem perder a peça Silêncios Claros com Clarice Niskier e Esther Jablonsky.

“Clarice está no mundo virtual, no cinema, no teatro, na dança, na televisão, na música. Ela continua atravessando fronteiras e cativando leitores.”* A autora que deu novos significados aos “laços de família” e que com apenas “alguns contos” (1952) sensibilizou e apreciou o que há de mais humano em cada um de seus personagens nos deixou apenas fisicamente, pois sua obra é universal, ela consegue tocar cada coração nos momentos mais importantes da vida no amor, na dor, na felicidade e nos “apesar de”.

A simplicidade com que ela fala da complexidade da vida fez muitas pessoas declararem que a amam e que Clarice as entende. Por isso, fica a frase do mestre Guimarães Rosa para celebrar essa amada autora: “Clarice, eu não leio você para a literatura, mas para a vida”.

 

Hora da Clarice

Quando? Dias 9 e 10 de Dezembro

Onde? http://colheradacultural.com.br/content/aniversario-e-morte-de-clarice-lispector-sao-lembrados-com-eventos-culturais-em-todo-o-pais.php

Quanto? Não informado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Teresa Monteiro em “Clarice na Cabeceira”, Ed. Rocco.

Quer receber nosso conteúdo?
Receba a nossa newsletter

Receba todas as atualizações da SOUL ART!