Arquivo da Tag: poesia

Sarau Cora Coralina – 5 anos de luta!

Uma flor nasceu na rua! Passem de longe, bondes, ônibus, rio de aço do tráfego. Uma flor ainda desbotada ilude a polícia, rompe o asfalto. Façam completo silêncio, paralisem os negócios, garanto que uma flor nasceu. (…) É feia. Mas é flor. Furou o asfalto, o tédio, o nojo e o ódio.   Esse trecho […]

Manifesto Público: As Batalhas Resistem

Nosso país está passando por um momento delicado, de mudanças e reformas. Existe uma necessidade muito grande de nos unirmos para trocar informações e debater sobre nosso atual cenário, só então seremos capazes de construir um futuro melhor. O primeiro passo para encontrar soluções para um problema é entender, de fato, qual é o problema, da […]

Ainda somos modernos — Itamar, Baudelaire e Villon

Itamar Assunção é um compositor e intérprete da cidade. A vida da cidade é central em sua obra e aparece na escolha dos timbres, construção dos arranjos, entoações vocais (que são muitas vezes a mimese de situações típicas da cidade) e no tema propriamente dito de suas canções. Mesmo em sua vestimenta, fruto de sua persona, […]

Crônicas Urbanas: Para música as palavras

Para música as palavras, para escrever escuto. Noite lavradora. Logo um piano tocará, palavras escreverão. Logo minhas mão serão tomadas. Conhecemos o limite do coração, até sermos surpreendidos. Se aguentastes o frio, então podes com toda turvação do ser. Beijo não salva, aprofunda-te. Amor te salva da cura. Beije meus dedos, e aprofundo-os em ti até […]

Crônicas Urbanas: A herança secreta do campo

Foto: Andre Vicentini | Texto: Robson Alkmim   Num dia belo azul de setembro, Reclinada ao pé duma caduca árvore, Mirava displicente um vasto campo, Quase entediada de tanta Natureza.   Entre bichos invisíveis que Estalavam sob um sol absoluto, E jovens alegres abundantes flores, Ali, de várias lutas perdidas, descansava-me.   Mas apesar da […]

Sarau Suburbano Convicto: a palavra traz mudança

Na última terça-feira tivemos a oportunidade de voltar ao número 70 da Rua Treze de Maio, lugar especial para o SOUL ART desde o Dia Mundial do Graffiti. Na rua já vazia lá pelas oito horas da noite, as lembranças da multidão que ocupava o Bixiga no dia 7 de abril, um dia de energia […]

Contos Ilustrados: Sim, quem não?

Conto: Robson Alkmim | Ilustração: Filipe Rocha Chove. Uma moça se esconde sob o abrigo do ponto de ônibus. Sacode o guarda-chuva xadrez enxotando a água do tecido. Exasperada, tenta enxugar a saia negra com as mãos úmidas. Senta-se numa ponta do banco para se proteger. Tremelica com o vento frio entre os metais e vidros sujos. Dança […]