Conheça 15 lugares em SP para comemorar os 101 anos do Samba

No próximo dia 02 de dezembro, são comemorados os 101 anos do primeiro samba registrado. Preparamos uma listagem com 15 eventos em São Paulo para você poder festejar a data no melhor estilo possível: Sambando.

Por mais que o momento atual do samba em relação à mídia não seja dos melhores, os sambistas seguem lutando e comemorando mais um ano de existência e resistência deste que é o mais amado e brasileiro dos estilos.

Já que, como nos ensinou Candeia, “vive melhor quem samba”, preparamos uma lista com 15 rodas espalhadas por São Paulo para você festejar a data com muito samba no pé. Todos os eventos referem-se ao dia 02/12. Segue:

  1. 12H: AMIGAS DO SAMBA NA PRAÇA DA REPÚBLICA

    O movimento sociocultural Amigas do Samba se apresenta na Praça da República compondo a 8ª Virada Inclusiva de São Paulo. Saiba mais clicando aqui.

  2. 12H: DIA NACIONAL DO SAMBA PRA IARA – CAMPINAS

    Vários sambistas e jongueiros se reúnem na Casa de Cultura Fazenda Roseira, em Campinas, para a realização de uma roda de samba beneficente. Saiba mais clicando aqui.

  3. 12H: CONFRATERNIZAÇÃO DO TERRA BRASILEIRA

    O P.C.R.V.G. TERRA BRASILEIRA se apresenta em Itaquá promovendo uma grande confraternização em prol da amizade e do samba. Saiba mais clicando aqui.

  4. 12H: SAMBA DO LARGO DA LAPA

    Evento reúne as rodas do Balaio do Canjico, Samba dos Amigos, Samba da Paçoca, Samba do Congo e conta com as participações especiais de Dadinho da Velha Guarda do Camisa Verde e Branco e as cantoras Lua Cristina e Bê Lourenço. Saiba mais clicando aqui.

  5. 12H: ALMOÇO COM SAMBA NA CASA BARBOSA

    O almoço celebra a data especial com o lançamento do livreto “Barbosa, a prata do Bixiga” em uma roda de samba com participação especial das cantoras Lua Cristina, Lela Simões, Bê Lourenço, Ana Elisa e Sueli Vargas. Saiba mais clicando aqui.

    Foto por Merylin Esposi/recorte SOULART

  6. 14H: DIA DO SAMBA NA TAMARINEIRA

    Ao todo, 12 sambistas de São Paulo e do Rio de Janeiro se revezam em 10 horas de samba no Bar Tamarineira, na Vila Madalena. E tudo isso regado a cerveja e feijoada. Saiba mais clicando aqui.

  7. 15H: SAMBA SEM TETO – SÃO VICENTE

    O encontro do Samba sem Teto reúne uma série de sambistas e afro empreendedores no Parque Cultural Vila de São Vicente. Saiba mais clicando aqui.

  8. 15H30: SAMBA DA ELIS NA DONA TATI

    Samba da Elis, roda de samba formada por mulheres, convida o Quintal de Iaiá, projeto que também integra a presença feminina. Saiba mais clicando aqui.

  9. 16H: SAMBA CAMARÁ

    Grupo Nervos de Aço realiza roda de samba no aconchegante bairro da Santa Cecília, centro de São Paulo. Saiba mais clicando aqui.

  10. 17H: BIXIGA NÃO É SÓ ARRANHA-CÉU

    Grupo Bixiga Não é Só Arranha Céu realiza a sua última apresentação deste ano no Bar Toca da Capivara, cantando seu repertório de sambas autorais e também consagrados. Saiba mais clicando aqui.

    Foto por Merylin Esposi/recorte SOULART

  11. 17H: DIA DO SAMBA NO BARGAÇA

    Roda de samba “Toque de Amigos”, de Gil Rosa e Gloria Morisson, esquenta a tarde da Vila Madalena no Bargaça, lugar comum à boemia de São Paulo. Saiba mias clicando aqui.

  12. 20H: SAMBA NEGRAS EM MARCHA

    Negras em Marcha, roda de samba de cunho político e formada por mulheres se apresenta no Bar do Boné, na zona sul de São Paulo. Saiba mais clicando aqui.

  13. 20H: VIGÍLIA DO SAMBA NA UESP

    Na virada do dia 01 para o dia 02/12, a tradicional Vigília do Samba, que conta com a presença de sambistas e baluartes das mais diversas regiões e escolas de samba de São Paulo,  celebra o Dia do Samba na sede da União das Escolas de Samba Paulistanas. Saiba mais clicando aqui.

  14. 22H: SAMBADAS NA GRUTA

    Sambadas, roda de samba formada por mulheres, convida a cavaquinista Camila Silva no Bar Gruta, no centro de São Paulo. Saiba mais clicando aqui.

  15. 22H: SAMBA E AMOR ATÉ MAIS TARDE – CAMPINAS

    Grupo Zabalê, formado por sambistas campineiros e há 18 anos na estrada, promove roda de samba em Campinas com diversos clássicos do aclamado compositor Chico Buarque. Saiba mais clicando aqui.

     

Programe-se para não perder os festejos deste dia tão especial para a cultura popular brasileira.

Ouça o primeiro samba registrado, “Pelo Telephone”, de Donga:

Escritor e compositor sob a alcunha de Dentinho Poesia, Yuri Dinalli é um paulistano apaixonado pelas idiossincrasias da terra da garoa e amante escancarado da cultura popular. Estudante de jornalismo, geminiano, roteirista e notívago, é também integrante do Terreiro de Compositores, movimento de sambas autorais que há 6 anos dá voz à música marginal.

1 Comentário para "Conheça 15 lugares em SP para comemorar os 101 anos do Samba"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *