fbpx

Entre os dias 28 de fevereiro e 1º de abril, a Matilha Cultural recebe a primeira exposição individual da paulistana, Simone Sapienza Siss marcando o inicio das atividades expositivas na galeria.

Intitulada SISSTEMA, a mostra retrata o universo da artista plástica autodidata, que conheceu a arte urbana há dois anos, num curso de stencil. A abertura será durante o tradicional happy hour, Aquecimento Central com os DJs Zinco e Soares e entrada gratuita. Serão doze obras em tamanhos variados e imagens desenvolvidas em diferentes suportes e tamanhos. O material utilizado varia entre mdf, papel, madeiriti, tela, parede e ainda betoneira e toy art.

O nome SISSTEMA foi escolhido pela artista, que em um pequeno verso, tenta definir ela mesma. “Meu sistema é bem completo. Tem concreto. Tem afeto. Meu sistema, adaptado. Mantém tudo organizado. Meu sistema é concebido. Mastigado, engolido. Meu sistema é bem nervoso… Muito mesmo, nem te conto” Sou plebéia ou realeza… Mas no fim, acabo sendo… Um acessório de mim mesma.”. Baseada nesse  SISSTEMA, Simone pretende levar para as paredes da galeria uma sátira da vida urbana, misturando elementos de várias épocas.

A primeira exposição do ano dá inicio a nova frente de atuação da Matilha Cultural junto à comunidade. Por acreditar e defender que o conhecimento pertence a todos e para intensificar e ampliar o trabalho educacional, a partir de agora, a galeria impôs um requisito para receber projetos. Artistas ou coletivos que participarem de mostras na galeria deverão contribuir com a educação, seja oferecendo oficinas, palestras, cursos ou então com a doação de obras expostas. O trabalho será sempre oferecido para ONGs, escolas, entidades carentes da região central ou ainda para acervo da galeria e futuras ações. A artista Simone Siss dará inicio ao trabalho, oferecendo uma oficina de stencil no sábado, 03 de março, para os participantes do evento promovido pelo movimento Brasil Pelas Florestas, na Matilha Cultural, com o objetivo de alertar para a continuidade do processo de votação do Novo Código Florestal.

E mais, Matilha Cultural anuncia que a Biblioteca Escambo começa a funcionar no dia 29/2 (quarta). O espaço livre de troca de livros arrecadou exemplares durante o primeiro mês de funcionamento e montou um espaço com o acervo conquistado. A partir da semana que vem, os visitantes podem levar qualquer exemplar para casa, desde que deixe um outro na galeria. A Biblioteca Escambo tem como objetivo a troca de conhecimento e informações, assim como a Matilha Cultural.

(Via: matilhacultural.com.br)

Quer receber nosso conteúdo?
Receba a nossa newsletter

Receba todas as atualizações da SOUL ART!