fbpx
Перед большинством заёмщиков всегда встаёт вопрос, какую организацию-кредитора выбрать? На рынке очень много предложений оформить займ онлайн. Как не попасть на мошенников, с которыми придётся расплачиваться всю оставшуюся жизнь? Конечно, в подобной ситуации лучше всего обратиться к профессионалам: credit-n.ru/zaymyi.html. Именно на этом ресурсе вы сможете получить профессиональную и бесплатную консультацию по всем вопросам займов, микрозаймов и кредита. Именно здесь вам помогут оформить онлайн займ на карту без залога и поручителей в надёжной микрофинансовой компании.

… salve salve remanescentes do apocalíptico fim do mundo de 2012, chegou a hora não de rever os filmes favoritos ou se desgastar nas filas pós-praias, mas de abrir os olhos, instigar a imaginação e se preparar para mais de 300 dias cinemágicos.

O ano já começou bem para o cinéfilos e românticos de plantão. Para quem não está se segurando na poltrona, já já estreia o clássico da literatura francesa de Victor Hugo: Os Miseráveis (Les Miserables).

O livro foi publicado em 1862, a história foi legitimada e se tornou um clássico não apenas da literatura francesa, mas um marco da escrita e do apelo social. Agora, depois de muitas adaptações ao cinema, teatro e musicais, finalmente chega, com um elenco estrelar, o Musical Os Miseráveis, dirigido por Tom Hooper.

A trama passada na França do século XIX nos conta a história do injustiçado Jean Valjean (Hugh Jackman). O personagem, que vivera e crescera na miséria, é condenado a 19 anos de prisão logo após roubar um pão para alimentar a família que morria de fome. Numa época de crise, batalhas e miséria, a França era alvo constante da fome, da injustiça e da morte. O que hoje seria considerado um pequeno furto, naquele século poderia até resultar em prisão perpétua, e a partir disso começa a luta de nosso heroi.

 

Jean Valjean fica livre, porém o ex-condenado passa a ser perseguido em liberdade por Javert (Russell Crowe), que o reconhece da época da prisão e passa a trama tentando prendê-lo. Muitas histórias ocorrem ao redor de Valjean, como a paixão da jovem Cossete (Amanda Seyfried) por Marius (Eddie Redmayne), depois de uma infância sofrida. Porém, o que tornou a obra de Victor Hugo única é o valor social e revolucionário da história.

Hugo não fala apenas da situação na França diante da Batalha de Waterloo, ele denuncia a miserabilidade dos personagens e a luta por justiça. O autor fala da alma humana e dos anseios diante da injustiça política e social da época. Jean Valjean representa uma inquietação do mais fraco que vive num turbilhão de emoções, pois ele questiona o regime e toma iniciativas mesmo que bruscas para representar um grito daquele que pode sim ter novas escolhas.

De cunho social e de novos ideais, essa incrível obra ganha uma adaptação cantada, que reflete em cada nota a tristeza da perda de uma batalha à esperança de que a crença humana e a paixão pela luta podem mudar em qualquer tempo.

Para manter as boas vibrações em 2013, nos resta por enquanto aprender que a esperança se mantém viva a partir do momento em que se crê e se luta por um ideal, seja ele ter um pão para matar a fome, cuidar de um animal, respeitar uma criança ou simplesmente entender que cada ”miserabilidade” não é algo imutável, mas algo que nos instiga a agir e a repensar o mundo em que vivemos.

Os Miseráveis

Quando? 1 de fevereiro

Onde? Varios cinemas

Quanto? Preços variados

Mais informações: http://www.osmiseraveisofilme.com.br/

Quer receber nosso conteúdo?
Receba a nossa newsletter

Sobre o autor

Jornalista

Paulistana, 26 anos, jornalista, apaixonada por livros, teologia, história, medievalismo e tudo o que o envolve. Escritora nas horas vagas em seu blog pessoal "Condado Encantado", onde aborda temas como paganismo, mitologia, simbologia, esoterismo, oráculos, teorias conspiratórias, entre outros. Em 2016 escreveu seu primeiro livro, resultado de um Trabalho de Conclusão de Curso, sobre artistas de rua. Gostou tanto da experiência que já está pensando nos próximos.

Receba todas as atualizações da SOUL ART!