Um filme por semana: Samba (2014)

Isso não é critica de cinema e nem avaliações complexas, é apenas a dica de um cara que curte muito conhecer e assistir cada vez mais filmes e comentar sobre o que achou. Gosto sim de ler críticas e melhor ainda quando elas não são textos de 30 km falando sobre o diretor. Vou mostrar o que me atraiu no filme e brincar de dar estrelas no final, igual os grandes sites de crítica. Porém a minha é de um mero espectador. Tenho um grande problema com gênero de filmes então to afim de inventar alguns. Vamos lá?

Samba (2014)

samba2

A escolha dessa semana foi o Samba, pelo contrário do que você deve estar pensando, ele não é um filme brasileiro feito no Rio de Janeiro. Foi isso que eu pensei quando vi o nome. É um filme francês e Samba é o nome do protagonista, então vou fazer um resuminho da história e tentar não deixar tudo isso chato pra ler.

Samba (2014)

O filme é de drama, ou romance ou drama-romântico (não sei se existe isso). Conta a história de um imigrante de Senegal que está na França há 10 anos, mas devido a problemas com a imigração acaba sendo preso, com isso entra na história uma ONG que ajuda imigrantes ilegais no país, e ele conhece a Alice que trabalha nessa ONG.

Calma, não vou dar spoiler do filme, mas é bem lógico que eles se envolvem, né.

Ficha Técnica

Direção: Eric Toledano, Olivier Nakache;
Roteiro: Eric Toledano, Olivier Nakache;
Elenco: Charlotte Gainsbourg, Christiane Millet, Clotilde Mollet, Hélène Vincent, Isaka Sawadogo, Izïa Higelin, Jacqueline Jehanneuf, Liya Kebede, Omar Sy, Sabine Pakora, Tahar Rahim, Youngar Fall;
Produção: Laurent Zeitoun, Nicolas Duval-Adassovsky, Yann Zenou;
Fotografia: Stéphane Fontaine;
Montador: Dorian Rigal-Ansous;
Trilha Sonora: Ludovico Einaudi.

Sempre pirei nos planos-sequências e o filme começa com um bem alucinante, passando dentro de uma festa até chegar pela cozinha onde Samba está lavando alguns pratos no restaurante. Interessará quem gosta de questões sociais e também quem admira belas películas.

E pra não falar que o filme não tem nada com o Brasil, tem um personagem chamado Wilson que diz que é brasileiro, assiste que você vai entender mais. Além de na trilha sonora ter músicas brasileiras, rolou até Jorge Ben em algum momento. Achei interessante que esse filme foi inspirado em um livro e eu to bem afim de ler.

samba1

Agora chegou a hora de nossa avaliação. Aliás, explicando…

Sobre as estrelas:

1 estrela = CHATO.

2 estrelas = Legalzinho até, filme pra passar na TV e se passar novamente você muda de canal.

3 estrelas = Bem legal, até assistiria novamente, faria um comentário sobre em uma roda de amigos.

4 estrelas = Bem massa, aquele que eu faria comentário “Mano, esse filme é bem louco!

5 estrelas = D0 C4R4L#@, MU!T0 F0D4, N0$$A S3NH0R4! QUE FILME, QUERO UM POSTER E O BLUE RAY. 

 

Quantas estrelas o filme merece?

Vale a pena assistir e deixo a minha nota de espectador como 4 estrelas. E a sua? Até semana que vem!

Formado em produção audiovisual, filmmaker e artista plastico. A cada momento uma coisa a mais e tem sido assim desde sua infância. Vê arte em tudo inclusive no que é lixo pra todo mundo. Criador do projeto de divulgação de artistas Soul, chegou aqui pela confusão dos nomes e pirou nisso, aliás tudo é uma confusão infinita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *