fbpx
Перед большинством заёмщиков всегда встаёт вопрос, какую организацию-кредитора выбрать? На рынке очень много предложений оформить займ онлайн. Как не попасть на мошенников, с которыми придётся расплачиваться всю оставшуюся жизнь? Конечно, в подобной ситуации лучше всего обратиться к профессионалам: credit-n.ru/zaymyi.html. Именно на этом ресурсе вы сможете получить профессиональную и бесплатную консультацию по всем вопросам займов, микрозаймов и кредита. Именно здесь вам помогут оформить онлайн займ на карту без залога и поручителей в надёжной микрофинансовой компании.

“Os homens são como as ondas. Quando uma geração floresce, a outra declina”, costumava dizer o poeta grego Homero. E esta profecia nunca se fez tão atual como nos tempos de hoje. A crítica de todas as épocas defendeu sempre a importância de Odisseia e, inegavelmente, junto a Ilíada, do mesmo autor, é uma das maiores obras da história. Não à toa, a influência homérica é clara em obras como Eneida de Virgílio, Os Lusíadas de Camões e Ulysses, de James Joyce. Mas a influência não se limita aos clássicos. As aventuras de Odisseu, a superação desesperada dos perigos, nas ameaças que lhe surgem na luta pela sobrevivência, são a matriz de grande parte das narrativas modernas, desde a literatura até o cinema.

Fotos Odisseia Rogério Pires

Quase três mil anos depois de escrito, o épico poema de Homero ganha novas cores, sons e sentimentos pelo núcleo Estúdio da Cena, composto por atores formados pela ESCH (Escola Superior de Artes Célia Helena) e pelo Teatro-Escola Célia Helena, que apresenta, entre 25 de outubro e 01 de novembro no SESC Santo André, a peça Odisseia. Com direção de Marco Antonio Rodrigues e dramaturgia de Samir Yazbek e Estúdio da Cena, a peça traz uma versão contemporânea da saga de Odisseu, herói que venceu a guerra de Troia, enfatizando sua perplexidade ao voltar para sua terra natal.

O poema – transformado brilhantemente em encenação – relata o regresso do protagonista Odisseu, um herói da Guerra de Troia, à sua terra natal, Ítaca. Como se diz na proposição, é a história do “herói de mil estratagemas que tanto vagueou, depois de ter destruído a cidadela sagrada de Troia, que viu cidades e conheceu costumes de muitos homens e que no mar padeceu mil tormentos, enquanto lutava pela vida e pelo regresso dos seus companheiros”. Odisseu leva dez anos para chegar à Ítaca, depois da Guerra de Tróia, que também havia durado dez anos.

Fotos Odisseia Rogério Pires3

A trama da narrativa, surpreendentemente moderna na sua não-linearidade, apresenta a originalidade de só conservar elementos concretos, diretos, que se encadeiam no poema sem análises nem comentários. A análise psicológica, a análise do mundo interior, não era ainda praticada à época. As personagens agem ou falam ou então, falam e agem. E falam no discurso direto, diante de nós, para nós – preparando, de alguma forma, o teatro.

Com o caráter de uma obra que transcende sua época, Odisseia  tornou-se um enigma inspirador, assim como foi para James Joyce e Sergei Eisenstein, passando por Bertolt Brecht e contemporâneos, a motriz da Estúdio da Cena. Buscando atualizar, por meio da inesgotável fonte homérica, as angústias e interrogações de uma época, o poema cria vida pelas mãos do grupo trazendo uma odisseia de beleza, sentimentos e surpresa nesse espetáculo que faz, como poucos, um clássico imprimir contemporaneidade com tamanho talento.

odisseia e-flayer.indd

Fotos: Rogério Pires

Quer receber nosso conteúdo?
Receba a nossa newsletter

Sobre o autor

Jornalista

Paulistana, 26 anos, jornalista, apaixonada por livros, teologia, história, medievalismo e tudo o que o envolve. Escritora nas horas vagas em seu blog pessoal "Condado Encantado", onde aborda temas como paganismo, mitologia, simbologia, esoterismo, oráculos, teorias conspiratórias, entre outros. Em 2016 escreveu seu primeiro livro, resultado de um Trabalho de Conclusão de Curso, sobre artistas de rua. Gostou tanto da experiência que já está pensando nos próximos.

Receba todas as atualizações da SOUL ART!